Situada a 50 km acima da superfície terrestre (estratosfera), constituída por cerca de 90% de ozono e com uma espessura que pode ir até 20 km, a camada do ozono é a grande responsável por assegurar a vida na Terra.

O ozono estratosférico funciona como uma barreira de defesa contra os raios ultravioletas (UV-B) prejudiciais à saúde dos seres vivos. A sua existência garante a proteção e o equilíbrio ecológico do planeta, bem como a prevenção de algumas doenças, como o cancro de pele ou as cataratas.

Apesar dos seus efeitos protetores, a verdade é que a camada de ozono continua a ser tema de conversa devido à crescente diminuição da sua camada sobre a Antártida. Estas alterações devem-se, essencialmente, à existência de agentes poluidores que a destroem progressivamente.

Buraco do ozono - Camada de ozono

 

Qual o tamanho do buraco da camada de ozono?

O buraco da camada de ozono corresponde ao decréscimo da camada de ozono na estratosfera, sobre a Antártida. Estima-se que a camada de ozono esteja a diminuir cerca de 4%, a cada 10 anos, aumentando ainda mais esta percentagem em algumas estações do ano, sobre a região dos pólos.

Nos finais de 2009, o buraco da camada de ozono tinha uma área de aproximadamente 24 milhões de quilómetros quadrados. De Setembro de 2006 a Setembro de 2009 e segundo fontes da Nasa, o buraco do ozono sofreu uma perda de 5 milhões de quilómetros quadrados em 3 anos, o equivalente a mais de 50 vezes a área de Portugal!

 

Principais causas da diminuição da camada do ozono

  • Efeito de Estufa
    O aumento da temperatura terrestre terá como possíveis consequências o aumento das áreas desérticas bem como a subida do nível da água do mar.
  • Clorofluorocarbonetos (CFC)
    Presente essencialmente nos gases para refrigeração, extintores, aerossóis, ares condicionados, sprays inseticidas, desodorizantes ou produtos de limpeza.
  • Acidificação
    A acidificação dos solos contribui para a absorção de matérias prejudiciais aos solos e às plantas.
  • Poluição
    As fábricas, a indústria química e os transportes são os grandes responsáveis pela emissão de gases poluentes.

 

 

Consequências da destruição da camada de ozono:

  • Cancro de pele
  • Cataratas
  • Alteração do sistema imunitário
  • Diminuição da biodiversidade
  • Aumento da temperatura
  • Diminuição da produção agrícola
  • Desequilíbrio nos ecossistemas aquáticos

 

O que podemos fazer para evitar esta situação?

  • Utilizar transportes públicos ou bicicleta
  • Desligar as luzes, a televisão ou o computador, sempre que não estiverem a ser utilizados
  • Plantar árvores
  • Utilizar papel reciclado
  • Utilizar produtos reutilizáveis
  • Aderir aos produtos que tenham no rótulo “amigo do ambiente”
  • Não utilizar aerossóis