Conheça neste artigo vários mitos e curiosidades sobre os gatos. Porque se diz que os gatos têm 7 vidas? E porque a curiosidade matou o gato? Saiba o porquê de tudo isto e muito mais.

Os gatos têm 7 vidas?

Não existe uma verdade absoluta relativamente a esta lenda que dura até aos dias de hoje. Uns acreditam que este número está ligado à sua invejável agilidade e destreza, que lhes permite cair sempre de pé; outros acreditam que esta ideia surgiu na Idade Média, altura em que os gatos, as bruxas e os magos, eram vítimas da Inquisição.

Nesta época os gatos, principalmente os pretos, representavam a maldade, a má sorte, e apesar de todas as armadilhas que implementavam para os capturarem, a verdade é que o seu número não diminuía, porque havia muitos defensores que os alimentavam e escondiam secretamente.

 

Misticismo do número sete

Na numerologia o número sete é mágico, representa a união do mundo material com o espiritual. As pessoas orientadas pelo número sete são dotadas de grande intuição, perspicácia e, por norma, são desconfiadas, tendo alguma dificuldade de se adaptar a lugares novos.

Se analisarmos a personalidade de um gato podemos verificar algumas destas características, daí também este número poder ter surgido dessa associação de ideias.

Por outro lado, o número sete também tem uma grande carga espiritual: Deus descansou ao sétimo dia depois de criar o universo; sete também são os pecados capitais.

Outra curiosidade que podemos apontar é a seguinte: sete também são as notas musicais e o arco-íris também tem sete cores.

 

A curiosidade matou o gato

Este conhecido ditado popular também surgiu na Idade Média, na altura em que criavam armadilhas para os apanhar. Os gatos, curiosos por natureza, acabavam por cair nelas e morriam. Este ditado popular tem como objectivo chamar as pessoas à atenção para os riscos que podem correr quando estão expostas a situações de grande curiosidade.

 

Os gatos gostam de arranhar o sofá

É verdade. Os gatos arranham qualquer superfície rugosa que considerem que é boa para eliminar as unhas velhas e renovar as garras. Outra razão prende-se com a necessidade de marcar território, ou seja, ao deixar o seu odor naquele local sente-se mais atraído por ele. Por outro lado, ele pode ter esse comportamento apenas para se espreguiçar. A melhor opção é “educá-lo” a arranhar uma superfície que seja do seu agrado e dele também.

 

mitos-curiosidades-gatos

 

Os gatos não gostam que lhes façam festas na barriga

Mesmo quando se deitam de costas e estão a pedir festas, estão apenas a dizer-lhe que é um amigo íntimo. A verdade é que, quando o gato fica nesta posição, a tendência é acariciar esta zona, mas lembre-se: ver não significa poder tocar.

 

Outras curiosidades sobre animais

- Conheça algumas curiosidades sobre as piranhas
- Curiosidades e características dos morcegos
Como funciona a pele dos anfíbios

 

Os gatos são muito esquisitos para comer

Este é um mito que não é verdade. Os gatos não são esquisitos, são apenas selectivos porque, em comparação com os cães, têm um aparelho digestivo mais sensível. Isso nem sempre é mau, uma vez que não vão ter a tendência de ir remexer no lixo.

 

Os gatos apenas se apegam à casa, não aos donos

Isto não é de todo verdade. Apesar de os gatos gostarem de marcar bem o seu próprio território, ele sabem quem trata bem deles.